Fórmulas magistrais como alternativa para pessoas alérgicas e com intolerância

As fórmulas magistrais são responsáveis por auxiliar pessoas com alergias e intolerâncias a consumir medicamentos seguros. Por serem preparadas de acordo com as particularidades de cada paciente, elas ajudam a evitar a ingestão de substâncias que podem prejudicar a saúde.

Neste texto, explicaremos como a fórmula magistral pode ser uma alternativa para esses indivíduos, quais são os seus principais benefícios e como o medicamento manipulado é pensado para evitar reações indesejadas.

Quais são os benefícios das fórmulas magistrais?

Ao contrário do que acontece com os medicamentos industrializados, os medicamentos manipulados mediante prescrição de profissional habilitado apresentam uma fórmula única. Este talvez seja o maior dos seus benefícios: ser pensado para cada indivíduo de maneira particular, levando em consideração suas necessidades pessoais.

Isso significa melhor resposta ao tratamento, além de melhor adaptação ao uso da medicação.

E os benefícios das fórmulas magistrais não terminam por aí. Também podemos citar:

  • O maior custo-benefício para o paciente, visto que as chances de sobras ou desperdícios são reduzidas;
  • Menor custo do tratamento, já que o paciente pagaria apenas pela quantidade que precisa tomar, sem desperdícios;
  • Melhor adesão ao tratamento, conciliando quando possível associação de mais de um fármaco em uma mesma formulação;
  • Adequação de doses de acordo com a necessidade do prescritor e seu paciente;
  • Formas farmacêuticas diferenciadas atendendo a necessidade individual do paciente;
  • A associação de diferentes substâncias em uma mesma formulação, possibilitando, em alguns casos, o tratamento de mais de uma doença.

Como as fórmulas magistrais auxiliam no caso de alergias e intolerâncias?

Os produtos manipulados são, como apontamos, elaborados de acordo com as necessidades de cada paciente. Isso significa dizer que atendem a certas restrições clínicas e ou fisiológicas, como é o caso da disfagia (muito comum em idosos), condição clínica que dificulta a ingestão de cápsulas, nesses casos as preparações orais líquidas são a melhor alternativa. Preparações orais líquidas também são alternativa ao público pediátrico, em especial aos bebês que não conseguem ingerir cápsulas.

Além disso, as fórmulas magistrais são manipuladas, considerando a necessidade de restrição alimentar de pacientes alérgicos e intolerantes. É o caso, por exemplo, da lactose, um excipiente muito utilizado no preparo de cápsulas. Para pessoas intolerantes a este açúcar, há alternativa da manipulação dos medicamentos em outros excipientes.

Quando o paciente apresenta resistência, alergia ou intolerância a uma determinada substância, ela pode não ser incluída na fórmula magistral. Em alguns casos, a formulação recorre a substitutos que não causarão mal-estar.

Nos casos de outras alergias, como a sensibilidade a corantes, as formulações podem ser manipuladas a cápsulas incolores, ou opacas brancas, ou ainda em xaropes isentos desse adjuvante alimentar.  Para diabéticos, há a opção de preparações orais líquidas sugar free, com adição de edulcorantes não calóricos.

Dessa maneira, as fórmulas magistrais se tornam aliadas possíveis de pacientes que apresentam restrições em dietas ou de substâncias comumente encontradas em medicamentos industrializados.

Vale ressaltar, ainda, que o princípio de considerar as particularidades de cada paciente, o qual norteia a farmácia de manipulação, também reforça o compromisso do setor magistral com a saúde, o tratamento eficaz e o uso correto do medicamento, mediante a atenção farmacêutica, evitando as reações adversas e interações medicamentosas.

As fórmulas magistrais e o glúten: algumas alternativas

Quando o paciente apresenta intolerância ou alergia ao glúten, há alternativas que a farmácia magistral pode adotar na formulação do medicamento. O produto manipulado pode ser personalizado para pacientes celíacos (inflamação incitada pela exposição ao glúten por exemplo). Assim, as farmácias de manipulação têm grande importância por poderem preparar medicamentos e produtos especiais para essas pessoas, sem componentes alérgenos com potencial de desencadear reação alérgica ou autoimune.

A farmácia magistral trabalha, portanto, levando em consideração as principais necessidades de seus pacientes.

Além de cumprir uma série de requisitos legais e de qualidade, as farmácias de manipulação também se preocupam com a adesão do paciente ao tratamento, assim como com a eficácia e qualidade do medicamento que será administrado.

Os associados Anfarmag têm acesso a uma série de materiais e conteúdos exclusivos que auxiliam na elaboração de formulações e no controle da regulação das farmácias.

Para se associar e conhecer os benefícios, basta entrar em contato com a Anfarmag.

Fique por dentro
RECEBA INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MERCADO MAGISTRAL

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.