No dia 27 de fevereiro, a Federação Internacional de Natação julgou o caso do nadador João Gomes Jr. O atleta foi suspenso por seis meses, mas a instituição aceitou a alegação do nadador de que houve contaminação cruzada na farmácia que preparou o suplemento.

Em acompanhamento ao episódio, a Anfarmag abriu um processo interno para apurar a denúncia, sendo que a farmácia ainda não foi identificada. Também, com o intuito de defender e promover o setor magistral se mobilizou e entrou em contato com a imprensa, reiterando posicionamento quanto a segurança do processo de preparação de medicamentos e produtos nas farmácias e a profissionalização do setor.

Como resultado, ampla divulgação de nossa atividade foi alcançada com diversos veículos publicaram o posicionamento da entidade.

Confira como a grande imprensa repercutiu a ação promovida pela entidade:

Estadão
Lance! 
R7 
Extra 
Bandsports 

Fique por dentro
RECEBA INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MERCADO MAGISTRAL

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.