Ademir Valério

Presidente da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais

Quando saímos do médico com a receita e vamos em busca de um medicamento ou produto recomendado por ele, não temos a dimensão da importância da farmácia e dos farmacêuticos em nossas vidas e de como a preparação de fórmulas farmacêuticas mudou o destino da humanidade. Neste 5 de agosto, Dia Nacional da Farmácia, é importante fazermos uma reflexão sobre esse assunto e celebrarmos a existência dessa instituição.

A farmácia de manipulação representa na atualidade um importante segmento de mercado gerador de oportunidades. Somente ligados à Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais, são mais de 5 mil  sócios. O país se tornou referência mundial nessa área, que trabalha pela promoção da saúde e do bem estar.

Se hoje os recursos que encontramos nas farmácias são sinônimo de tecnologia e confiança, é porque a ciência farmacêutica passou por um longo processo até sua consolidação. A origem das atividades relacionadas à farmácia se deu a partir do século X. Naquele período, a medicina e a farmácia eram uma só profissão.

Os farmacêuticos, no início, incrementavam as fórmulas existentes para melhor atender as necessidades da época, marcadas por um período entre guerras, doenças e epidemias. Os medicamentos, anteriormente, eram muito escassos e milhares de pessoas chegavam a óbito por falta de acesso. No Brasil, eles só apareciam quando expedições portuguesas, francesas ou espanholas chegavam com suas esquadras.

De lá para cá, o enorme desenvolvimento da profissão promoveu uma verdadeira revolução no país. Houve um avanço no exercício dessa ciência, promovendo uma especialização da profissão e separando assim a medicina da farmácia.

É inegável o valor que esses peritos na preparação de fórmulas apresentam para a saúde no mundo contemporâneo, objetivando a melhoria da condição de vida da população. A farmácia ajudou nas mudanças ocorridas na relação saúde e paciente, aumento da expectativa de vida pela criação de diversas vacinas, a melhoria das instituições médicas e o avanço da medicina em geral.

O profissional dessa área trabalha de forma integrada com outras diversas especialidades da área da saúde, como médicos, médicos veterinários, nutricionistas e dentistas para criar soluções. Portanto, é de extrema importância para a evolução do conhecimento científico. Além da incessante busca por medicamentos e tratamentos mais eficientes contra enfermidades, o farmacêutico, hoje, foca no bem estar. Ele entende que a essência de seu trabalho é fazer com que as pessoas vivam mais e melhor.

Por isso, não é incomum que, no dia a dia, além de manipular os medicamentos, o farmacêutico se torne cuidador e referência para as famílias. As farmácias com manipulação têm uma legislação direcionada e um trabalho intensivo de valorização do paciente como indivíduo único, que demanda soluções personalizadas.https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

A preparação individualizada de medicamentos tem se mostrado como um caminho eficaz para a prática farmacêutica. A realidade é que hoje somos referência mundial em manipulação – os especialistas estrangeiros admiram nossa tecnologia, procedimentos, normas, qualidade e amplitude de atuação. A saúde da população é a grande conquista desse setor, visto que produz medicamentos e produtos específicos de acordo com a necessidade de cada paciente.

Fique por dentro
RECEBA INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MERCADO MAGISTRAL

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.