Compartilhar
Facebook
Twitter
Medicamento manipulado: o que é e quais os seus benefícios?
24/05/2021

Medicamento manipulado: o que é e quais os seus benefícios?

O setor de farmácias de manipulação é um importante segmento brasileiro e tem se tornado um grande aliado no dia a dia de médicos, profissionais de saúde de diferentes as especialidades e pacientes. Mas o que é o medicamento manipulado? Também conhecido por profissionais do setor como medicamento magistral, trata-se de uma opção personalizada feita sob demanda e preparada por farmácias magistrais, ou de manipulação. Enquanto as indústrias farmacêuticas produzem em grande escala, as farmácias de manipulação desenvolvem para os pacientes medicamentos sob medida a partir de formulações prescritas pelo médico ou por outro profissional de saúde.  

 Os medicamentos magistrais são muito interessantes em situações especiais. Entre elas, podemos citar:  

  • quando o paciente apresenta alergias, intolerância ou restrições  a algumas substâncias (lactose, glúten ou açúcar, por exemplo) da composição-padrão 
  • quando o paciente tem dificuldade de consumir o formato-padrão e precisa de uma versão personalizada (dificuldade de engolir um comprimido, por exemplo); 
  • quando não há no mercado a dosagem exata que o paciente precisa; 
  • quando há a necessidade de associar substâncias em um mesmo medicamento para facilitar o uso pelo paciente. 

 A maior parte dos medicamentos disponíveis no mercado pode ser manipulada em farmácias magistrais. Mesmo sem se enquadrar em condições especiais, o paciente pode conversar com o médico para que o especialista avalie receitar uma medicação individualizada.   

É importante destacar que essas formulações só podem ser preparadas em farmácias de manipulação. Apenas estabelecimentos dessa natureza estão regulamentados e autorizados pela Vigilância Sanitária, e pelos Conselhos Regionais de Farmácia e pelos demais órgãos de fiscalização para desenvolverem formulações personalizadas.  

Credibilidade e crescimento 

 

A relação entre Farmacotécnica e demais Ciências Farmacêuticas é histórica, mas, na década de 1950, com o boom da indústria farmacêutica e do surgimento dos grandes laboratórios, a produção personalizada de medicamentos ficou em segundo plano. A retomada do setor magistral teve início, ainda de forma tímida, na década de 1980, com foco na dermatologia e na homeopatia. Progressivamente, o setor voltou a ser demandado pelas diversas especialidades médicas. Com a entrada dos genéricos na final da década de 1990, as farmácias magistrais passaram a manipular cada vez mais produtos e medicamentos focados na terapia individualizada.  

Além de medicamentos, as farmácias de manipulação preparam suplementos, cosméticos e demais produtos para a saúde. Atualmente, esses estabelecimentos estão regulamentados para atender às prescrições (receitas) dos seguintes profissionais: 

  • médicos;
  • cirurgiões dentistas; 
  • nutricionistas; 
  • farmacêuticos; 
  • biomédicos; 
  • enfermeiros; 
  • fisioterapeutas; 
  • terapeutas ocupacionais; 
  • médicos veterinários. 

Hoje, o mercado encontra-se em expansão e os estabelecimentos bem distribuídos no país. Segundo o Panorama Setorial Anfarmag 2020, divulgado pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag) em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), há mais de 8 mil farmácias de manipulação em todo o Brasil – um crescimento de 6% em relação aos dois anos anteriores. 

Principais benefícios do medicamento magistral 

 

Ajustar a dosagem de acordo com a necessidade de cada paciente é um dos principais benefícios da medicação magistral. Utilizando como referência o levantamento bibliográfico Farmácia Magistral: sua importância e seu perfil de qualidade, realizado por pesquisadores do Departamento de Fármacos e Medicamentos da Unesp, pontuamos alguns dos principais benefícios desse tipo de produto: 

  • Eficácia terapêutica e na relação médico-paciente 

A farmácia de manipulação realiza uma seleção criteriosa de princípios ativos e da dose exata para obter a eficácia terapêutica desejada, permitindo um equilíbrio da fórmula para o paciente que nem sempre se adapta a formulações já estabelecidas. Sendo assim, a fórmula manipulada valoriza o especialista que a prescreve e melhora a relação médico-paciente, criando ali uma sintonia e um sentimento de confiança.  

  • Uso racional de medicações 

Existe no Brasil a Política Nacional de Medicamentos (PNM), que visa a garantir a segurança, eficácia e qualidade dos medicamentos, além da promoção de seu uso racional e o acesso da população àqueles considerados essenciais. No contexto da farmácia de manipulação, o uso racional pode ser compreendido no processo que vai da prescrição personalizada e apropriada de acordo com a demanda de cada paciente até a atenção e orientação farmacêutica prestada pelos profissionais presentes no estabelecimento.  

  • Melhor custo-benefício 

Em algumas situações específicas, o segmento da farmácia magistral apresenta melhor viabilidade financeira para o paciente quando comparado aos medicamentos industrializados. Isso porque há eliminações de sobras e redução de desperdícios no processo de produção, já que o consumidor paga apenas pela quantidade exata para o período do tratamento.  

  • Reforça a importância dos papéis do farmacêutico e das farmácias 

No setor de farmácias de manipulação, o farmacêutico ganha o protagonismo. Isso porque, neste cenário, ele pode exercer sua profissão de forma ampla e próxima ao paciente. Confira algumas atividades que estão sob a responsabilidade do farmacêutico na farmácia magistral: 

  • manipular e dispensar (entregar ao paciente) fórmulas alopáticas e homeopáticas; 
  • dispensar e fracionar plantas de aplicações terapêuticas e medicamentos fitoterápicos; 
  • dispensar insumos farmacêuticos, correlatos e alimentos para fins especiais. 

Além disso, a farmácia de manipulação se fortalece como importante agente de saúde pública no Brasil. O reforço da importância dos papéis do profissional farmacêutico e das farmácias como estabelecimentos essenciais de saúde beneficia toda a sociedade. 

Também é um ponto de destaque a organização política por meio do fortalecimento de entidades, como a própria Anfarmag, cuja missão é representar e autorregularizar o segmento magistral no Brasil. Conheça mais sobre a associação, que atua pela sustentabilidade técnica, econômica, política e social do setor.