Associados que não participaram da ação coletiva realizada pela Anfarmag contra a Facebook Serviços Online do Brasil Ltda (empresa detentora do WhatsApp), têm agora uma nova janela de oportunidade.

Apesar de a ação coletiva da Anfarmag já ter obtido quatro decisões favoráveis, não é possível adicionar farmácias à listagem enviada à justiça.

Desse modo, a Anfarmag entrará com ações individuais para todas as farmácias associadas que, até 9 de abril, enviarem corretamente seus dados (nome fantasia, razão social, nome do representante legal, número de whatsapp banido, tipo de conta, print da tela demonstrando que o banimento persiste, data do bloqueio mesmo que aproximada e cópia da notificação ao whatsapp e resposta se houver) e documentos (contrato social – última alteração; RG e CPF do representante legal; comprovante de residência; procuração assinada; termo de regularidade perante a Anfarmag).

Essa iniciativa não representará custo algum para as farmácias.

Para participar, basta preencher este formulário.

Atenção: confira o preenchimento e garanta que todos os dados estão corretos. Certifique-se também de enviar, exclusivamente pelo formulário, as cópias de todos os documentos requisitados (e que eles estejam legíveis). Para preencher o formulário você deve, necessariamente, ter uma conta no Google/Gmail. Todos os preenchimentos serão conferidos e apenas as farmácias que estiverem regularmente associadas e em dia com suas contribuições serão contempladas.

 

Dúvidas? Converse com o Serviço de Atendimento ao Associado

• Telefone: 4003-9019
• E-mail: assessoriatecnica@anfarmag.org.br
• Área do Associado: www.anfarmag.org.br > Área do Associado > Cadastre sua dúvida
• Whatsapp: (11) 97554-0423

Fique por dentro
RECEBA INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MERCADO MAGISTRAL

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.