Um dos maiores benefícios da farmácia de manipulação é a dispensação de medicamentos personalizados. No contexto de pacientes acamados e hospitalizados, o setor magistral pode ser um importante aliado.

Qual é a relação entre os hospitais e as farmácias de manipulação?

 Em caráter excepcional, considerado o interesse público, desde que comprovada a inexistência do produto no mercado e justificada tecnicamente a necessidade da manipulação, as farmácias magistrais podem ser contratadas, conforme legislação em vigor, para o atendimento de preparações magistrais e oficinais, requeridas por estabelecimentos hospitalares e congêneres. A farmácia deverá atender requisições escritas de profissionais habilitados, de preparações utilizadas na atividade clínica ou auxiliar de diagnóstico para uso exclusivamente no estabelecimento do requerente.

É permitido que as farmácias de manipulação recebam prescrições individualizadas para pacientes internados e, nesses casos, as prescrições devem ter os dados do paciente.

Nesse sentido, a importância das farmácias de manipulação no tratamento de pacientes acamados e hospitalizados se torna ainda maior. Isso, porque ela pode ser uma aliada importante na preparação de medicamentos administrados por outras vias além da oral, necessários sobretudo nos contextos de intubação.

Como os medicamentos magistrais auxiliam pacientes acamados e hospitalizados?

 O setor de medicamentos magistrais tem como objetivo principal o atendimento personalizado aos pacientes. Isso significa que as farmácias de manipulação levam em consideração as suas necessidades e dificuldades.

Nessa linha, medicamentos magistrais, ao contrário de outros medicamentos, podem ter diferentes usos. Por serem individualizados, eles permitem:

Desse modo, as farmácias de manipulação se tornam essenciais para a preparação de medicamentos que serão melhor administrados. Essa importância é ainda mais central no caso de pacientes acamados ou que precisam de administração por sonda enteral.

Isso se dá em razão de a mobilidade desses pacientes ser reduzida. O uso de medicamentos orais é, em geral, impedido pela situação clínica. Portanto, é papel da farmácia de manipulação juntamente com a equipe médica encontrar a melhor maneira de ele ser administrado pelo paciente.

 Pacientes acamados e hospitalizados na pandemia da Covid-19

 Com a pandemia da Covid-19, a farmácia de manipulação passou a ter um papel ainda mais importante. O setor magistral teve um importante papel em ações como:

Porém, para além dessas ações, a farmácia de manipulação também possibilitou mais conforto aos pacientes com mobilidade reduzida.

Durante a pandemia, os casos de intubação foram muito frequentes, devido a complicações respiratórias causadas pelo novo coronavírus. Portanto, também nesse sentido a farmácia de manipulação desempenhou um papel importante no auxílio de pacientes acamados e hospitalizados.

Como a farmácia de manipulação pode ser uma aliada dos pacientes acamados e hospitalizados?

Já citamos vários motivos pelos quais as farmácias de manipulação se tornam importantes. No entanto, destacamos ainda outras razões pelas quais elas podem ser aliadas no tratamento de pacientes acamados e hospitalizados.

Conforme apontado pelo presidente da International Society of Pharmaceutical Compounding, os medicamentos magistrais são indispensáveis porque:

Dessa maneira, além das vantagens oferecidas pela personalização dos medicamentos magistrais, as farmácias de manipulação têm uma função de olhar para o todo. Sua atuação no tratamento de pacientes acamados pode ir desde a facilitação da administração de um medicamento até a melhoria da qualidade de vida deles.

Por isso, é importante que as farmácias de manipulação se aliem às instituições hospitalares. Dessa maneira, é possível promover um tratamento completo e adequado aos pacientes, priorizando o seu conforto e recuperação.

Os associados Anfarmag têm ao Guia Magistral Hospitalar e ao Formulário Magistral Hospitalar, ambos em duas edições, que trazem informação completa para farmacêuticos e equipe multidisciplinar hospitalar sobre ativos farmacêuticos que podem ser administrados a esses pacientes. Além disso, também tem acesso a materiais específicos que ajudam os farmacêuticos na administração e preparação desses medicamentos. As Fichas de Referência e as Fichas de Especificação de Compra, por exemplo, dão acesso às especificações de ativos usados na preparação de medicamentos magistrais.

Por isso, não perca tempo e associe-se já!

Fique por dentro
RECEBA INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MERCADO MAGISTRAL

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.